quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018



"Um dia você vai ler ou ouvir que Billy Graham está morto. Não acredite numa palavra sequer. Eu estarei mais vivo que estou hoje. Terei apenas mudado de endereço. Terei ido para a presença de Deus."
- Billy Graham
E hoje ele está mais vivo que jamais esteve.
Num período relativamente recente, morreram Russell Shedd, R.C. Sproul e, hoje, Billy Graham. Cada um teve um imenso impacto na igreja, à sua maneira e no seu devido contexto. E cada um deixa para trás um legado admirável. Mas em cada um desses, o que me causa mais espanto é como enfrentaram sua morte iminente. As palavras de cada um eram quase que uma afronta à vida vivida aqui, uma afirmação quase de desdenho em relação à vida terrena. Mas, se formos parar para pensar, não é exatamente isso? O que é esta vida frente à vida eterna com Deus e com seu povo reunido para si?
"Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste."
- João 17:3
Eu só espero poder ter esta mesma certeza nos meus dias finais, quando eu for confrontado com a minha finitude.
Andrew McAlist

Nenhum comentário: