sexta-feira, 30 de outubro de 2015

498 anos da Reforma 


 Amados irmãos, nos tempos em que aprouve a Deus trazer seu povo às Sagradas Escrituras na época áurea da igreja católica, quando era na verdade uma Igreja-Estado e seus líderes estavam farisaicamente revestidos da tradição e da letra sem o espírito da letra, Deus levanta Martinho Lutero como uma flecha retirada de sua aljava contra toda impiedade e injustiça contemporânea deste e também de outros servos piedosos de Cristo Jesus. Precisamente no dia 31 de Outubro de 1517, Lutero fixa nas portas da hipocrisia ( Igreja Católica Apostólica Romana, Catedral de Wittenberg), na Alemanha, as suas 95 teses que seriam embasadas nas Escrituras, dando assim origem ao coração da Reforma Protestante: As Cinco "SOLAS"(Latin) ou os cinco "SOMENTE" (Português).

Estes são os pilares da reforma, cinco SOLA:

1 Sola Fide (somente a fé)
► a justificação (sendo ela declarada apenas por Deus) é recebida somente pela fé, sem qualquer interferência ou necessidade de boas obras. É outorgada por Deus ao cristãos pela fé nos méritos de Cristo.
2 Sola Scriptura (somente a Escritura)
► a Bíblia é a única palavra autorizada e inspirada por Deus e é única fonte para a doutrina cristã, sendo acessível a todos. Afirma que a Bíblia não exige interpretação fora de si mesma está em oposição direta à tradição humana de grupo cristãos, pseudo-cristão ou pagãos.
3 Solus Christus (somente Cristo)
► Cristo é o único mediador entre Deus e a humanidade, e não há salvação através de nenhum outro.
4 Sola Gratia (somente a graça)
► a salvação vem por graça divina ou "favor imerecido" apenas, e não como algo merecido pelo pecador. Isto significa que a salvação é um dom imerecido de Deus por causa de Jesus.
5 Soli Deo Gloria (glória somente a Deus)
► toda a glória é devida somente a Deus, pois a salvação é realizada unicamente através de sua vontade e ação e não só da toda suficiente expiação de Jesus na cruz, mas também o dom da fé em que a expiação, é criada no coração do crente pelo Espírito Santo.


Nenhum comentário: